fbpx

ENDOSCOPIA E COLONOSCOPIA

sala de exames endoscopia e colonoscopia
Sala de Exames de Endoscopia e Colonoscopia

ENDOSCOPIA DIGESTIVA ALTA

A Endoscopia Digestiva Alta é um exame realizado com o auxílio de um endoscópio (tubo flexível composto por um sistema de fibras ópticas e de fonte de luz) capaz de possibilitar a visualização direta da porção interna dos órgãos do trato digestivo superior. Este segmento é composto pelo esôfago, estômago e porção inicial do intestino delgado, o duodeno. Com o auxílio da endoscopia temos a possibilidade de diagnosticar várias patologias, entre elas: gastrite, esofagite, refluxo gastro esofágico, úlceras pépticas, pólipos e tumores. Além da utilização como método diagnóstico a endoscopia também é um procedimento que pode ser utilizado com caráter terapêutico, permitindo a retirada de corpos estranhos, controle de sangramentos, retirada de pólipos, entre outros.

PREPARO:

O paciente deve permanecer 12 horas em jejum absoluto, inclusive para líquidos (água). Caso seja um paciente usuário de medicamentos diários, como anti hipertensivos por exemplo, os mesmos poderão ser ingeridos desde que com a menor quantidade possível de água.

Nos casos de pacientes diabéticos a medicação hipoglicemiante ou a insulina deverá ser usada somente após o término do exame, evitando assim a ocorrência de um episódio de hipoglicemia secundário ao jejum prolongado. Para a realização do exame é obrigatória a presença de um acompanhante maior de idade.


O EXAME:

O paciente fará uso de algumas medicações com intenção de reduzir o incômodo que o exame pode ocasionar, sendo que o principal deles é a náusea.

Inicialmente será administrada uma medicação em gotas, a Dimeticona, que deverá reduzir as bolhas de ar que dificultam a visualização da mucosa dos órgãos.

No momento do exame o paciente receberá um spray anestésico em sua garganta, de ação local para reduzir a sensibilidade da área e com isso diminuir o incômodo durante a passagem do aparelho. Faz-se uso também de medicação endovenosa, a fim de sedar o paciente para que o exame seja realizado de maneira confortável.

Durante o exame o paciente permanecerá deitado sobre o lado esquerdo do corpo, utilizando um bocal por onde o aparelho será introduzido.

Caso sejam necessárias biópsias poderão ser realizadas, sem que isto cause qualquer sensação de dor ou desconforto adicional ao exame. Nos casos onde o médico solicitar a pesquisa de H. Pylori, a biópsia será realizada para que o material possa ser submetido ao teste para detecção da presença da bactéria.

PÓS EXAME:

Após o término do exame o paciente permanecerá por cerca de 30 minutos em repouso, para que possa se recuperar da sedação. Mesmo após este período não será possível dirigir ou realizar quaisquer atividades que exijam concentração. Por este motivo a presença do acompanhante é indispensável. Caso esteja em horário de trabalho a equipe deverá ser avisada a fim de confeccionar um atestado médico que terá validade por todo o dia. Não é incomum o paciente ir para casa, dormir e não lembrar sequer que realizou o exame.

A sensação da garganta anestesiada permanece por cerca de 20 minutos após o término do exame, voltando gradativamente ao normal. Não há qualquer restrição de ingesta alimentar após a realização do exame.

  • Não será permitida a realização do exame sem acompanhante;
  • Não será permitido que o acompanhante retire-se da clínica antes da liberação do paciente;
  • O paciente não poderá dirigir após o exame;
  • O paciente não poderá ingerir bebida alcoólica após o exame;
  • O paciente deve deixar com o acompanhante: bolsa, carteira, documentos em geral, celular, etc;

A REALIZAÇÃO DE BIÓPSIA É SEMPRE NECESSÁRIA?

Não. A biópsia pode ser realizada com dois objetivos: pesquisa de uma bactéria chamada Helycobacter Pylori através de um teste chamado urease, ou para realização de exame anátomo patológico. O teste de urease será realizado sempre que seu médico solicitar. A biópsia para realização de anátomo patológico será realizada sempre que o médico endoscopista julgar necessário de acordo com os resultados verificados no exame.

COMO SERÁ MINHA RECUPERAÇÃO APÓS O EXAME?

A reação à sedação é individual porém, na maioria das vezes, após cerca de 30 minutos o paciente será liberado. Mesmo que o paciente se sinta recuperado o mesmo não poderá dirigir nas 8 horas que sucederem o exame, devendo evitar também a realização de tarefas que exijam maior atenção.

SE EU VOU FICAR EM REPOUSO APÓS O EXAME, COMO SERÁ MEU DIA NO TRABALHO?

O paciente tem direito a um atestado médico que o afastará do trabalho por todo o dia. O atestado deverá ser solicitado ao médico realizador da endoscopia no momento da entrevista pré-exame.

COLONOSCOPIA

A colonoscopia é um procedimento endoscópico que tem o objetivo de examinar todo o intestino grosso e íleo terminal.

Necessita de preparo intestinal realizado com laxantes, dieta e às vezes, lavagens intestinais que provocam diarréia aquosa volumosa.

A diarréia provocada pelo preparo diminui e muitos pacientes ficam sem evacuar por 02 a 03 dias após o exame. 

O aparelho possui aspirador que retira os resíduos durante a sua passagem. 

Recomenda-se não tomar nenhuma medicação usada rotineiramente no dia do exame, pois a diarréia provocada pelo preparo, impede a absorção dos medicamentos. Após exame, o médico responsável pelo exame orientará sobre a utilização dos mesmos.

O paciente é sedado e por isso é necessária a presença de acompanhante maior de idade e capaz, pois a sonolência perdura por até quatro horas após a sedação. Por esse motivo recomenda-se não assumir nenhum tipo de compromisso no dia do exame.

O aparelho de colonoscopia além de ser utilizado para diagnóstico, também realiza procedimentos como biopsias e polipectomias, quando indicados.

O tempo de duração é, em média, 30 minutos.

Freqüentemente o exame não causa dor. Provoca geralmente desconforto abdominal que cessa após o seu termino, e muitas vezes não é lembrado pelo paciente que está sedado.

As mais graves complicações são: perfuração intestinal e sangramento pós polipectomia. Porem são complicações raras e a literatura relata aproximadamente 0,5% de incidência.

Adultos com doenças graves descompensadas e com dificuldades de realização do preparo devem faze-lo também em ambiente hospitalar.

O aparelho de colonoscopia não é descartável (não existem aparelhos descartáveis). Após cada exame o colonoscopista procede a desinfecção e esterilização do aparelho conforme normas determinadas pela Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva.

Não se utiliza contraste para a realização do exame.

Quem deve fazer a colonoscopia? 

Todas as pessoas com alteração do funcionamento intestinal, sangramento anal e ainda é utilizado para:

  • Avaliar dor abdominal;
  • Avaliar inflamações intestinais;
  • Examinar pacientes que tenham teste de sangue oculto positivo nas fezes;
  • Acompanhar pacientes com história pessoal ou familiar de câncer;
  • Fazer segmento de pólipos adenomatosos (vilosos).

Recomendações do Exame

  • O preparo só é orientado pessoalmente, para o paciente ou acompanhante;
  • Não será permitida a realização do exame sem acompanhante;
  • Não será permitido que o acompanhante retire-se da clínica antes da liberação do paciente;
  • O paciente não poderá dirigir após o exame;
  • O paciente não poderá ingerir bebida alcoólica após o exame;
  • O paciente deve deixar com o acompanhante: bolsa, carteira, documentos em geral, celular, pager, etc;

Copyright © 2018 RR Médicos Cirurgiões
Produzido por DnA – DESIGN ‘N’ ANIMATION

Este site segue os princípios da resolução do CFM 1974/2011 e do código de conduta Web de medicina e saúde. A informação é oferecida com propósito de educação e informação, não necessariamente são técnicas praticadas na Clínica. Não substitui opinião médica em atendimento formal. Se você tem qualquer problema de saúde, contate seu médico ou profissional de saúde. Todas as informações e textos são produzidos pela equipe da Clínica. Fotos são meramente ilustrativas. Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento.
Fechar Menu