You are currently viewing Carboidratos em excesso – Qual o seu perigo?

Carboidratos em excesso – Qual o seu perigo?

Os carboidratos são biomoléculas de grande importância biológica e formam a classe de biomoléculas mais abundantes do nosso planeta. Essas moléculas são formadas fundamentalmente por carbonohidrogênio e oxigênio, daí a denominação de hidratos de carbono.

Conhecidos também como glicídios e açúcares, tem como principal função gerar energia para o corpo. O que acontece é que os carboidratos, ao serem quebrados no nosso organismo, fornecem glicose para a corrente sanguínea, que é convertida em energia para ser utilizada nas funções corporais e atividades físicas.

Os carboidratos são divididos em:

–   Carboidratos simples:  polissacarídeos e dissacarídeos
–    Carboidratos complexos:  monossacarídeos

Os alimentos ricos em carboidratos simples são considerados os mais saborosos. Fazem parte deste grupo açúcar refinado, pão francês, arroz branco, biscoitos, leite condensado, doces, dentre outros.

Este tipo de carboidrato é rapidamente absorvido, produzindo energia e armazenando gordura, aumentando de forma abrupta a glicose na corrente sanguínea, fazendo com que o pâncreas produza insulina em excesso para diminuir os níveis de glicose no sangue.

Os alimentos ricos em carboidratos complexos são mais nutritivos por possuírem uma maior quantidade de vitaminas, minerais e fibras. Fazem parte desse grupo arroz e massas integrais, aveia, lentilha, grão-de-bico e outros cereais.

Os carboidratos complexos são absorvidos lentamente pelo organismo, liberando energia de forma gradual. Após sua ingestão há um prolongado e leve aumento nos níveis de glicose na corrente sanguínea, promovendo saciedade por mais tempo.

Dessa forma o consumo em excesso e em longo prazo, principalmente, dos carboidratos simples, acarretara em aumento dos níveis de insulina, e de acumulo de gordura no organismo, podendo contribuir para o desenvolvimento de doenças crônicas como:

Diabetes mellitus tipo 2;

– Obesidade;

– Dislipidemias (colesterol e triglicérides altos);

– Doenças cardiovasculares;

– Doença renal crônica

– Constipação

Além dessas doenças, o excesso de carboidratos pode causar problemas dentários, fadiga, falta de concentração, inchaço, sonolência, alterações no sistema imunológico, estes últimos decorrentes da resistência à insulina que ocorre com o consumo excessivo e em longo prazo dos carboidratos.

Sendo assim, uma alimentação saudável e balanceada, podem prevenir estas morbidades e melhorar a qualidade de vida.

Dr. Bruno Mirandola

Deixe um comentário